quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Agrícola Apresenta: Episódio Grajaú - Quadradas são as suas vacas...

Era uma quarta-feira entediada quando o André Felipe, a Mosca Morta Dissimulada e Palhacenta (o palhacenta é de autoria do Cacá), propôs o seguinte:

- “Vamos jogar Agrícola na casa do Antônio Marcelo?”.

Shamou, Warny e Cadu não pensaram duas vezes e seguiram viagem para o local da peleja. O Fel marcou um encontro com o Cacá no Metrô (eu sabia!!!), para negociar a libertação do Agrícola. O Shamou seguiu direto para a “Antônio Caverna” mas se perdeu, como de costume, e foi parar mais uma vez na Floresta da Tijuca onde ficou jogando sueca com os guardas-florestais.

Cadu e Warny aguardavam o Fel chegar com o Agrícola para então seguir viagem. E o Antônio Marcelo, já ficando impaciente, aguardava esse bando de atrasados chegar dando Whiskas do Paraguai para os seis gatos de estimação que circulam pelo seu apartamento.

Como o Shamou ainda estava perdido em algum lugar do RJ começamos uma partida de Starfares Catan, um Catan diferente com naves espaciais, planetas, alienígenas, wormholes, piratas espaciais etc.

Warny reclamou de tudo: da sorte dele nos dados, da sorte do Fel, de não sair nos reports do Cadu, dos alienígenas toscos, de ter feito trade quando era pra ter feito colony, dos javalis do mato, das vacas quadradas, da madeira que parece barro e do barro que parece madeira (nem tinha começado o Agrícola ainda), da crise financeira, do Bush etc... Foi tanta reclamação que botou a lista BG-BR no chinelo. Cadu colonizou um planeta que só tinha bicho-preguiça e não produziu nada o jogo inteiro. Antônio Marcelo, negociador veterano, comandava as trocas de trigo espacial por carvão atômico e carbono climatizado. Já o Fel Mosca Morta Palhacenta, que aprendeu com o Deputado Camilo Sujeira a subornar todo o tipo de espécies vivas existentes, subornou todos os mercadores e piratas espaciais e venceu o jogo com dois jump-drives fazendo colônias bem perto da raça alieníegena mais cobiçada do universo.

Finalmente o Shamou chegou, com lindas histórias florestais para contar, fantasiado de cabra-montesa-gigante para jogar o Agrícola. Preparamos tudo e fizemos um pacto para que nada acontecesse ao jogo do Cacá, para não despertar o lado muçulmano dele.

O Fel já começou construindo 3 comôdos de uma só vez em sua fazenda (sinistro!!!). Mas para os gastos com esta empreitada ficou sem comida suficiente e dois de seus parentes viraram mendigos. De um modo geral todos estavam jogando mais tranqüilos porque não haveriam bovinos-bomba para intimidar os plantadores de pepino-selvagem, já que o Cacá estava sob o controle da Patroa, único ser que ele tem medo no universo.

O Antônio Marcelo e o Shamou estavam meio sem saber o que fazer, o que é normal para quem joga a primeira vez. O Shamou só queria saber de pescaria, e aí a fazenda não foi pra frente. E depois que o Shamou mergulhou no lago, o que me lembrou uma cena do filme “Impacto Profundo”, não sobrou um peixe vivo sequer por lá. O garoto propaganda do Camilo terminou com 10 pontos, menino bom...

O Antônio Marcelo não sabe criar outro bicho que não seja gato, daí a dificuldade em lidar com ovelhas, javalis e vacas. Não querendo fazer feio ele conseguiu terminar na frente do Shamou (hummm?) com 16 pontos.

O Warny tentava de tudo um pouco: ovelhas desnutridas, vacas magras e javalis sem fé nenhuma na ração. O sujeito, que se diz vegetariano, não plantou uma beterraba sequer e ficou em terceiro com 32 pontos...

Cadu sofria muito com as jogadas do Shamou, expert em jogadas Shamou (parece redundância, mas não é). Sua cozinha tinha a modernidade de um fogão a lenha e os animais fizeram greve de sexo e não se reproduziam. As plantações foram bem graças a um improvement do arado que permitia colocar 3 fields de uma vez só. Só que o raio do improvement era caro para cac#$#$ e custou muitos recursos preciosos. Cadu ficou em segundo com 35 pontos.

A Mosca Morta Palhacenta do Fel tinha uma carta Pokemón que chamava um grupo de extermínio de mendigos que eliminou os pedintes salvando os pontos que seriam perdidos. Até o momento ele estava chorando lágrimas de iguana-marinho dizendo que não venceria por causa da mendicância. Ele venceu fácil com uma margem de pontos bastante alta, 51 se não me engano. Shamou aproveitou para encher a cara... foi fazer ele lembrar de cachaça...

Hora de voltar para casa... ou melhor... hora de se arrastar para casa com o objetivo de aproveitar as poucas horas que restaram para dormir. O pior é ficar sonhando com ovelhas, javalis e vacas quadradas...

[]s,

Cadu.

3 comentários:

Warny disse...

Ótimo report Cadu!
Viu, dessa vez eu li! hehehhe
Mas é brincadeira, eu sempre leio seus reports!
Agora essa partida foi a maior demonstração de "mosca mortice" que eu já vi!
Fel, antes de contar os pontos das cartas e já com 40 pontos: "é, acho que eu pontuei bem".
Só sei que me deve mais uma aposta! hehe
Abraços!
Warny

Victor disse...

Alguém dê um mata-mosca de presente ao Felipe no Secret Santa.

Cacá disse...

Boa idéia Victor, quem sabe assim esse palhaço para com essa cara sonsa na hora de contar os pontos de QUALQUER jogo... hehehehehehehe