segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Calabouço do Mal: Saci, Velho do Rio, Troll, Bouzada, Victor, Cacá...

Calabouço do Pica-Pau Amarelo

Quando cheguei ao Calabouço esperava encontrar o Saci e o Velho do Rio, amigos que o Cacá disse que levaria nesta última quinta-feira. Os amigos do Cacá não compareceram, mas quem precisa do Saci quando temos os mitológicos: Major Bouzada Ronque Fuça, o pífio Victor Zavandor, o mestre do cinismo André Fel, o dissimulado Carlos Power Grid, o palestino Cacá, a dupla sertaneja Nobre e Rodrigo RPG, e o propagador do caos Artur.

Cave Tróia?

Cacá, Bouzada e Fel jogavam Airships, um jogo diferente sobre construção de Zepellins, enquanto Nobre, Victor e Rodrigo RPG jogavam Stone Age.
Cadu, Artur e Renato foram jogar Cave Troll com a ilustre presença do Carlos. Terminada a partida o Carlos dá uma declaração bombástica:

- Gostei muito deste “Cave Tróia” (hummm??!!!). Mas só fui entender no final quando joguei a carta do “Brave Troll” (hummmm??!!!).

Uma intrigante mistura de Tróia com Brave Heart para quem gosta de cinema.

Interessante ressaltar que o Artur estava cantando a pedra: “Quem vai ser o porco que vai jogar o Troll no Cadu”? O Carlos estava com a carta do Troll desde o início, mas foi a última carta que ele usou no jogo, e ainda jogou no Artur. Deve ter sido uma represália por causa da Fanta Laranja que é servida no Calabouço.

Fora que este negócio de jogar o Troll no Cadu, além do duplo sentido, é algo totalmente dispensável.

Stone Age à caráter

Mesa de Stone Age para Victor, Cadu, Nobre e Rodrigo RPG. Enquanto isso Fel dizia que não tinha nenhuma chance de vitória na partida de Kronos que acabara de começar.
No Stone Age, jogo muito bonito e cheio de “triplo sentido”, o Victor era o provável vencedor já que os outros três jogadores eram novatos, apesar de para o Nobre e o Rodrigo já constar uma partida no currículo. A princípio pensei que o Rodrigo RPG estava fantasiado à caráter para jogar Stone Age, mas só depois foi que percebi que a barba e o cabelo faziam parte de um novo visual “clean” para um épico RPG que vai começar daqui a três meses e meio...
Cabe ressaltar que nesta partida o resultado foi uma robusta zebra e os novatos venceram com Cadu em primeiro e o pífio e miserável Victor em último...
Enquanto isso no Kronos o Fel choramingava como um crocodilo repetindo exaustivamente que já não tinha mais chances de vitória...

Galaxy Trucker e Kronos

Visivelmente abalado com a derrota no Stone Age, o Victor sugere uma partida de Galaxy Trucker. Novamente estavam lá Cadu, Nobre e Rodrigo “Rock Pedra” para desafiar o Darth Victor Vader.
Enquanto isso o Major Bouzada Ronque Fuça concede 23 minutos para o Fel pensar numa jogada vencedora no Kronos. Aquela mesma partida em que o Fel disse que não tinha mais chances.
Enquanto o Fel utilizava todos os seus 23 minutos, Cadu, Nobre e o dublê de Flinstones Rodrigo, montavam as suas naves para derrubar novamente o Victor. Desta vez não deu certo pois o pífio e miserável Victor implantou algum dispositivo nos dados que deixou os meteoros tele-guiados. Cadu estava sem paciência para montar suas naves e na segunda viagem montou um verdadeiro lixo espacial que ninguém sabe como chegou ao final. Destaque também para a nave do Nobre que estava com um monte de pedaços pendurados devido aos meteoros dopados do Victor. E o Zavandor venceu a partida com uma diferença de 3 pontos para o Cadu e assim voltou a sorrir sarcasticamente. Já o Fel venceu no Kronos após os fatídicos 23 minutos e confirmou a sua fama de mosca morta.

In the Year of the Dragon

Bouzada, Fel e Cacá se aventuram na China antiga na tentativa de sobreviver ao ano do Dragão. Já até escrevi sobre uma partida deste jogo o qual acho excelente.
Para quem não sabe, e eu também não sei, o ano do dragão deve ter sido uma tremenda furada para a turma do olho puxado. Só acontece desgraça nesta jonça de ano do dragão. Fome, peste, invasões, imperador sádico e corrupto, e por aí vai. Tudo leva a crer que este é o jogo perfeito para o Cacá exercer suas habilidades terroristas. Para isso ele preparou o seu kit palestino com táticas especiais para situações extremamente adversas. E como o livro sagrado do Cacá diz que arroz, mulher e imperadores corruptos não são permitidos, então não teve arroz para os cubras valentes, gueixas nem pensar e o acerto de contas com o imperador foi pras cucuias... Lógico que tudo isso resultou em muitas mortes, mas nada que o Cacá já não esteja acostumado desde pequeno.
Já o Major Bouzada Ronque Fuça, impressionado com as belas chinesas, investiu pesado em bordéis contratando tudo quanto era gueixa que encontrava pelo caminho. Não deu certo porque as vagabundas (como diz o Guilherme), sugaram todo o dinheiro do Major que acabou sem grana, sem iniciativa, sem palácios e com poucos privilégios no final.
Já o André Felipe Mosca Morta Dissimulada, que não curte tanto o jogo, manteve uma boa estrutura de trabalhadores e conseguiu uma vantagem considerável que ele só viria a admitir na penúltima rodada com a seguinte observação: “É, acho que vou ganhar”.



Depois de se dar mal na China, nossos heróis resolvem explorar os mistérios religiosos do Egito em uma partida de Rá com cinco jogadores: Fel, Cacá, Victor, Bouzada e Cadu.
O tal de Rá deve ter ficado muito p@#$@# com o Victor de tanto que foi invocado. Cadu investiu no Nilo e ficou com vários tiles do referido rio que não serviram de p#$%#$ nenhuma. Bouzada, que cansou de colecionar gueixas, resolveu colecionar faraós (humm... nossa!!!). Cacá fez sua coleção também, mas foi de monumentos para transformar tudo em ruínas depois. Fel não sabia o que estava fazendo e quase ganhou o jogo.
Cabe ressaltar que não tinha a pedra de leilão com valor 12, então foi usada uma pedra azul transparente, se não estou enganado, do “Conquest of the Fallen Lands”. Mais uma das muitas heresias cometidas contra o Rá.
Eram 05:00h e o Cacá estava apavorado com a reação da Patroa. E olha que ver o Cacá apavorado com alguma coisa é um fato raríssimo. O jogo terminou com vitória do Victor e com o Bouzada em último provando que o problema não estava com as gueixas.

Trabalhar é preciso...

Quase 06:00h de uma sexta-feira que não era feriado no RJ. Como se diz por estas bandas... vida ruim.

[]s,
Cadu.

11 comentários:

Cacá disse...

É até covardia tentar fazer algum tipo de resenha com o Cadu fazendo as dele... Tá muito boa essa de novo.... =)

Se você "apresentar um trabalho mais cedo" na quinta, aparece lá de novo...

Abraços,

Fel disse...

Em minha defesa , só ganhei o Khronos pois o Carlão me deu o bizu. E o In the Year eu só segui os ensinamentos de Darth Vitor Vader.

Nada de dissimulação!

Quanto à dupla Sertaneja Rodrigo e Rodrigo, dizem que vai rolar o primeiro álbum corno onde homem chifra homem.

Victor disse...

Tsc, Kadu, quando deixará de ser miserável, pífio, ardiloso e arquiinimigo de minha pessoa :) ?

PS: Aguardo um próximo jogo de Bootleggers.

Fel disse...

E não podia deixar de entrar na turma do elogio. Ótima resenha e engrosso o coro do cacá , caso tenha algum "trabalho mais cedo" aparece lá :)

Abrax,

André Nada Dissimulado Felipe

Guilherme Rodrigues disse...

> Já o André Felipe Mosca Morta Dissimulada, que não curte tanto o jogo, manteve uma boa estrutura de trabalhadores e conseguiu uma vantagem considerável que ele só viria a admitir na penúltima rodada com a seguinte observação: “É, acho que vou ganhar”.


DUVIDO ele ter admitido isso!!!

Cadu disse...

Deixa eu explicar esse negócio de "apresentar um trabalho mais cedo..." se não a galera vai pensar que ando fazendo macumba nas encruzilhadas do RJ. "É apresentação de projeto na faculdade, ok?!"
E o André Felipe é dissimulado até para dizer que não é dissumulado. E quanto ao Victor não será possível jogar Bootleggers com ele novamente. Eu prometi que o Victor nunca mais vencerá uma partida de Bootleggers comigo na mesa...
Cadê você Guilherme? (apenas força de expressão, lógico).

Guilherme Rodrigues disse...

Nessa quinta-feira apareço com certeza!

Marcos disse...

Olá pessoal,

Fiquei sabendo hoje da existência desse clube. Moro em Botafogo e gostaria de saber qual o grau de abertura que vocês tem para um novato "se enturmar".

Estudo Game Design, amo jogos, e gostaria de conhecer títulos novos e gente que compartilha da minha paixão!

Como faz? Rs.

Forte abraço!

Marcos disse...

E pelos posts do blog, já vi que vou me escangalhar de rir também :D

Cadu disse...

Fala Marcos, blz?!

Seja bem-vindo ao Calabouço! Tem o endereço na página principal e horário que ocorrem as jogatinas. Para participar basta chegar por lá no bat-horário e gritar "ARTURRRRR" do lado de fora. É assim mesmo, não é pegadinha não, ok?! Alguém vai abrir o portão e pronto... você estará no Calabouço com vários outros apaixonados por jogos.
[]s,
Cadu.

Victor disse...

Opa, seja bem-vindo, Marcos :)

Para participar, é como o Cadu falou. Aproveite as jogatinas!