sexta-feira, 29 de agosto de 2008

Calabouço Olímpico

Estreando "Ficha Técnica do Calabouço".

Participantes : Eu, Carlos Mito do Power Grid, Zé, Filipe "Marginal", Fernando "Argentino", Arthur, Nobre "Rabugento" e Rodrigo "Ben Linus" .

Furão-mor: Cacá (planejando um atentado lúdico-terrorista e terminando o homemade do Roads & Boats, pelo 3o ano consecutivo)

Furões: Guilherme (Costurando no Dophus), Bouzada (Foi até SP para jogar), Warny (Ainda não consegue sentar depois te tanto tomar ferramenta de 4 no Stone Age), André Jiu-Jitsu (para saúde física desse repórter, ele faltou por "motivos de força maior") E Wykthor Zavandor (está escrevendo um novo livro sobre Stone Age).

Jogos da Noite: King of Siam, Escalation, Stone Age, Seismic, Race for the Galaxy, Kingsburg, Caylus Magna Carta e Pulga (vulgo Amazing Flea Circus)

Props da Noite: Espírito Olímpico no Escalation com direito à baterias extras e eliminação do pior resultado. Dose dupla de Twilight games (Kingsburg e Stone demorando + de 2h cada). O Nobre que conseguiu reclamar até quando não estava jogando e o Rodrigo que conseguiu quebrar a sequência vascaína de vices vencendo no Caylus Magna Carta. O KingMaking do Nobre no Pulga.
O Croissant de Chocolate.

Slops da Noite: O Cacá que não veio e não joguei Roma. O Carlão, lenda do Kingsburg perder. Eu em último no Caylus Magna Carta. O Cacá que não veio e não joguei Warcraft. O Rodrigo influenciando o Nobre a me cortar no Stone Age e dando dica errada que me favoreceu. O Cacá que não veio e eu tive que fazer learning session de Race (pesadelo de todo gamer).

Nessa 5a feira, O Calabouço começou meio morno. Arthur foi ao aniversário da irmã. Enquanto isso eu e Carlão jogamos uma learning session pra ele de King of Siam. Acabei vencendo apertado, com uma vitória da única facção que eu esqueci o nome, a azul.


Depois chegaram Zé, Filipe "marginal" e Fernando "Argentino". Jogamos a primeira bateria do Escalation. Para quem ainda não conhece, o Escalation é um ótimo filler , para até 6 pessoas do Knizia. É um jogo de cartas, com ilustrações super bem humoradas apesar de que, como em todo jogo do Knizia, qualquer que fosse a temática, serviria. Eu e Argentino disputamos a liderança nas 3 primeiras rodadas, depois "administrei o resultado". (Se é que isso é possível em um party game) e ganhei com uma boa diferença, ganhando o apelido de "Felphs do Escalation" (O trocadilho foi por minha conta). E , segundo o argentino, a prata tá de bom tamanho. Como bem citou o Zé (que estava sendo fumado) o pódio tem 5 lugares para entrar no espírito olímpico. Acabou assim:

Felphs (Ouro), Fernando (Prata), Fillipe (Bronze), Zé (Zinco), Carlão (Latão).

Com a chegada do Nobre e do Rodrigo montamos duas mesas: Stone Age e Seismic.
Eu, Nobre e Rodrigo no Stone Age, os atletas no Seismic.

O Stone Age foi uma learning session para o Rodrigo que seguiu a estratégia pedófila do Warny das ferramentas. O Nobre, como é nobre (bom trocadilho), só queria saber de fazer cabana de ouro. Isso acabou custando-lhe tempo precioso e a parte plebéia do povo que ia catar comida, barro e madeira, acabou se revoltando e ele foi relegado ao 3o lugar. O Rodrigo que tentou manipular o Nobre em boa parte do jogo (sempre sem sucesso) acabou fazendo set de cartas/tools mas só conseguiu 180+ pontos. Acabei vencendo com Meeples/Cabanas com cerca de 240 pontos. Nota que em TODAS as jogadas do Nobre, ele reclamava de pelo menos, uma coisa.

No Seismic, O Zé e o Carlão se redimiram do desempenho no Escalation com campeão e vice, respectivamente.

Eles começaram um Kingsburg (learning session para o Fernando). O Carlão só queria saber de reroll nos dados toda vez que tirasse menos de 7 mas não fez a Capela. Zé e Felipe seguiram a rota belicosa e Fernando ficou meio barro/meio tijolo em uma estratégia indeterminada.

No Race, Eu fiz Mineração (sem Mining League) e no finalzinho lancei um New Galactic Order com Drop Ships e o planeta Alien + 3. O Rodrigo fez um Novelty mal acabado. Como era learning session pros dois, falei para se preocuparem em aprender e fixar as regras, não em estratégia. Race é um jogo com uma learning curve bem alta como diz Wykthor "Maratonista das Galáxias" no livro "Maratona na Galáxia com Novelty/Rebel/Mineração). Acabei ganhando , apertado, do Rodrigo. Nobre pediu para eu não dizer que ele fez só 9 pontos.

Kingsburg acabou (horas depois), com vitória do Zé que seguiu Fortress+ caminho de cima, seguido do Felipe.

Arthur deu uma saída e nesse meio tempo, para desespero do Nobre, jogamos uma partida de Pulga. É um outro filler do Knizia , com umas miniaturas bem legais. O Carlão é especialista no jogo, então nem convidamos ele pra não ficar sem graça. Muita gente ODEIA o jogo, mas eu acho que ele tem seu momento, especialmente com 5-6 jogadores. Fora que não dura + que 20 minutos. Acabei ganhando, 1 ponto de vantagem sobre o Rodrigo após um KINGMAKING do Nobre.

Arthur voltou e explicou pra galera Caylus Magna Carta.

Felipe, Fernando e Zé fizeram a regata de Escalation, com direito a bateria, eliminação do melhor e pior resultado e muita cubriagem.

O Caylus Magna Carta eu nunca tinha jogado e logo associei à San Juan/Puerto Rico. O que eu gosto no San Juan é que ele possui uma agradável relação custo/benefício em termos de tempo e tem sua estrela própria. O CMC (escrever toda vez é dose) mais parece um trampolim pro Caylus. Um jogo introdutório. E para quem já jogou Caylus (e eu adoro o jogo), ficou uma sensação de uma versão mal-acabada de um jogo muito melhor que não demora (muito) mais para justificar jogar o CMC. Como bem disse o Arthur, a rejogabilidade é absurdamente alta, graças à ordem de posicionamento das cartas e tudo mais mas como ele bem mesmo diz, acrescente uma hora e jogue Caylus. Acho que se você nunca jogou Caylus, não tem tempo nem paciência, nem neurônios pra encarar jogos mais longos e brainburners o CMC é uma EXCELENTE opção. E parada obrigatória para mostrar o Caylus depois. (Ou afastar namoradas dos board games mostrando antes). O jogo acabou com um placar muito apertado : 38 Rodrigo, 35 Arthur, 34 Nobre , 31 pra mim.


As Olímpiadas Lúdicas na mesa ao lado ainda contaram com 3 partidas de pulgas, com duas vitórias do Felipe e uma do Zé.

Em nota: A pontuação de todos os jogos foi devidamente anotada (e perdida). No próximo report teremos pontuações precisas :)

Até a próxima!

8 comentários:

Rodrigo disse...

Agora o próximo passo é TTA :D

Guilherme Rodrigues disse...

"Felphs do Escalation" (O trocadilho foi por minha conta)


Jura?
Esse trocadilho tem a cara do Victor...

Warny disse...

Algum repórter que faz session report no blog do calabouço andou pegando ferramenta de 4 no Stone Age e nem compartihou a notícia com os leitores...hehe

Fel disse...

É o convívio tem me feito elaborar trocadilhos (quase) tão bons quanto os do Wykthor ,

Quanto a pegar ferramenta de 4, é intriga da oposição e ciuminho. Pode deixar que elas são suas, Warny!

Zé Luiz disse...

Ótimo comentário andré... agora vamos ter que fundar a IEF (International Escalation Federation) com direito a estatuto, ranking de entradas e circuito nacional... hehehhe
grande abraço e até quinta!

Cacá disse...

Brincadeira ser taxado como furão-mor, só pq digo que vou e acabo em outra joga ou se digo que vou e realmente não apareço isso não é motivo suficiente para tal alcunha...

Quanto a IEF me incluam nessa, depois do PR é o jogo mais tático e estratégico que tem no Calabouço...

No mais, quinta eu apareço, devo levar uns amigos... o Saci e o velho Nicolau... =)

Cadu disse...

Já que eu também não tenho ido no Calabouço, vou fazer como o Cacá e na próxima vez trago uns amigos... a Cuca e o Velho do Rio...

Fillipe disse...

Pô, já que tá todo mundo levando amigos eu vou levar também o Damião e o cosme... :))))